quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Fim de Ano

Esse período entre Natal e Raveillon mexe tanto comigo, meus sentimentos ficam sensíveis e eu pareço uma bobona apaixonada, que chora por qualquer coisa... Na verdade, essa é a época mais bonita do ano, a cidade fica toda iluminada, as casas enfeitadas, as pessoas trocam presentes, fazem doações, preparam festas, recebem os familiares, todos entram em um clima de paz, amor, compaixão!
Eu sinto um imenso prazer em montar minha árvore de Natal, amarrar cada laço vermelho e dourado, substituir as estátuas por papai noel e ligar o pisca pisca! Aquela correria de fazer lista de compras para a ceia, ir ao supermercado, preparar os pratos, pensar na sobremesa, nos vinhos, no champagne e ainda colocar meu vestido, passar uma maquiagem a prova d`agua e abrir meu melhor sorriso para recepcionar os convidados! Que encantador...
E o ano termina assim, com todos esses fortes abraços e juras de amor, como se todo o carinho que faltou durante o ano fosse recompensado nessa semana natalina!
E melhor que a virada do Natal, é a virada do ano novo!
Porque eu a encaro como uma renovação de energias, hora de deixar as mágoas para trás e partir para o novo, é como se eu virasse mais uma página do livro da vida e dissesse para mim mesma: pronto, agora você tem 365 dias para ser feliz e escolher o rumo que quer dar a sua história. Essa virada do ano é meu amanhecer de sonhos, meu despertar de novas esperanças, meu presente de coragem!
Eu estava ali, na areia daquela linda praia, contemplando os fogos de artifícil, pulando as sete ondas, desejando votos sinceros para minha familia e meus amigos, agradecendo a Deus pelo ano que passou e pedindo apenas para que ele continuasse comigo no ano que chegará, quando de repente, uma luz iluminou tudo por ali, olhei para o céu, não haveria jeito melhor de começar o ano, foi o meu presente de 2010, uma lua perfeita, um sinal!
...
Feliz Ano Novo!

2 comentários:

Ana Lí disse...

Feliz Ano Novo também minha amiga!

Vc sabe o quanto eu gosto de vc! E sinto tanta tanta tanta saudade de vc! Como eu gostaria de estar por perto....

Não me esqueça... Não me abandone... Por favor...

Adoooro vc! Juro! Beijos...

Fábio Silva disse...

...nossa é o segundo texto que lei que me identifico. vou passar a seguir teu blog... abraços!!!