sábado, 26 de julho de 2008

O caderno

Ouvindo Chico Buarque, eu suspiro. Lembro do meu pai olhando o seu bebê - eu - sonhando com toda a minha vida, planejando os meus passos. Estando do meu lado a cada nova conquista, que grandes conquistas: quando engatinhei, gargalhei, quando disse a minha primeira palavra, desenhei um rabisco, aprendi o bê-a-bâ e cresci! A cada novo deslocamento, ele estava ali sonhando comigo, sorrindo e chorando. Ele também dançava a minha canção, cantava para mim. Ele me mostrava os animais em forma de nuvens, fazia caretas e de tudo para me fazer sorrir, ele sempre era meu amigo e me dava abrigo, também sofria comigo nas provas bimestrais, ainda guarda as minhas cartinha, meu confidente fiel, o pranto molha o seu papel... a vida se abrirá num feroz carrossel, a vida segue sempre em frente, o que há de fazer?
Hoje ainda está comigo, seguindo os meus passos. Não querenso ser o meu dono, é só um cuidado de pai. E diante de tanto que ele fez por mim, tantos esforços e como eu dei gastos...
De tudo, ele só me pediu um favor: para eu não o esquecer em um canto qualquer.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Receita de bolo

Ovos, farinha, óleo, cenoura ... Assim que termino a minha noite de hoje, seguindo uma receita de bolo. Seria tão bom se a vida também tivesse a quantidade exata de ingredientes para que no fim tudo ficasse perfeito. Só que as vezes nem os bolos ficam... e a vida sem receitas?

Um mês

"tenho juízo, mαs não fαço tudo certo, αfinαl todo pαrαíso precisα de um pouco de inferno".

"Acordei com o seu gosto
E a lembrança do seu rosto
Porque você se fez tão linda
Mas agora você vai embora
Quanto tempo será que demora
Um mês pra passar
A vida inteira de um inseto
Um embrião pra virar feto
A folha do calendário
O trabalho pra ganhar um salário
Mas daqui a um mês
quando você voltar
A lua vai estar cheia
E no mesmo lugar
Se eu pudesse escolher
Outra forma de ser
Eu seria você
E a saudade em mim agora
Quanto tempo será que demora
Um mês pra passar
Ser campeão da copa do mundo
Um dia em Saturno
Pra criança que não sabe contar vai levar um tempão
Daqui a um mês
quando você voltar
A lua vai estar cheia
E no mesmo lugar"


Eu prometo que ainda estarei aqui, assim como tudo o que você deixou vai estar te esperando, a lua ainda é a mesma. Quanto ao paraíso, é bem melhor picante. Um pouco de chocolate com pimenta não arde.

terça-feira, 22 de julho de 2008

Quanto tempo dura o hoje?

"O tempo é muito lento para os que esperam. Muito rápido para os que tem medo. Muito longo para os que lamentam. Muito curto para os que festejam. Mas, para os que amam, o tempo é eterno."
Diga-me o que sentes, que eu direi quanto tempo durará o seu hoje.

In love?

Apaixonada? Talvez eu nunca tenha deixado de estar... As vezes pela vida, as vezes por mim mesma, pela minha família, pelos meus amigos e por que não por alguém em específico? Tá bom vai, eu sei que sou um mistério, até para mim mesma, não entendo nada que se passa dentro do meu coração. Apenas vivo com tanta intensidade que me esqueço da razão, ou será que amar é a própria razão?
"Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...E ter paciência para que a vida faça o resto..."

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Só hoje.

Só por hoje eu precisava do seu abraço quente envolvendo a minha pele delicada; ouvir sua voz entrando em sintonia com o pulsar do meu coração e só por hoje eu fecharia os olhos para te ver na escuridão; trocaria os meus melhores livros de contos de fada por um único conto real. Só por hoje eu apagaria de vez o meu passado e não pensaria em nenhum futuro; deixaria de lado todas as minhas preocupações e iria preparar um jantar simples para nós dois; enfeitaria a casa com flores coloridas, gravaria um cd apenas com uma música - a nossa - e seria ele que tocaria a noite toda. Apenas por hoje eu esqueceria todo o mal que você praticou, fingiria que as falsas promessas nunca foram ditas. De súbito, eu fecharia a porta da minha vida e reservaria exclusivamente o melhor lugar para você assistir ao meu espetáculo. Só por hoje você não seria unicamente o personagem principal da minha história, seria também o meu espectador. Seja lá o vilão ou o mocinho, para mim tanto faz, o importante é que você seria só meu.
Apenas por hoje.
E sem querer, o hoje seria toda a minha vida.

sábado, 19 de julho de 2008

Velocidade máxima

Que força tem o vento... senti a liberdade e o medo a flor da pele. Já sentiu essa emoção? Eu garanto que é um dos espetáculos mais intesos criados por nós mesmos, uma mistura de material com natureza. Sim, um asfalto quente, um motor forte, um vento encantador, uma paisagem sem explicação.
Eu, a vida!
Uma possível falha poderia ser o fim. E não dependia só de mim, também devo tomar cuidado com os outros. As vezes sofremos consequências que não deveriam ser nossas. Ou deveriam sim, depende do destino.
Sei que o medo existia, só que a emoção era bem maior. Valia a pena. Uma sensação de liberdade sem igual.
E outra, eu acredito que o que tiver que ser, será.

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Sofrer é um erro.

"O sofrimento é um aspécto desnecessário da experiência humana. Não só é desnecessário como também é desagradável e nocivo para a saúde"
(Neale Donald Walsch)

Sofrer é só uma escolhe ínutil daqueles que não tiveram coragem de ousar. Agora chora e não se consola, fica pasmo e indignado achando que não merecia isso...
Aí aí essa humanidade nunca vai aprender a assumir os seus erros: - 'A culpa foi minha, eu que quis assim.' E então mudar, levantar e recomeçar. Por que eles complicam tanto por nada? Os Homens se odeiam, mas são totalmente dependentes um do outro. Esse cara que ficou ai sofrendo, não vai ser humano o suficiente para sair do poço sozinho, ele vai ficar rezando a espera de um milagre, colocando todas as suas forças nas orações, como se um Ser Maior fosse o grande responsável por ele e só sairá do poço quando outra pessoa - com pena - esteder a mão... Não que eu seja contra orações, não é isso! Eu também rezo, porém acho que não devemos acusar Deus pelas consequências das nossas escolhas e muito menos esperar que tudo o que desejamos caia em nossas mãos sem fazer nenhum esforço. Orar não deveria ser para 'pedir', e sim para 'agradecer'.
Sofrer é realmente uma escolhe, não um destino. E se você errou e está sofrendo, não espere que um milagre faça a diferença. Afinal você entrou nessa sozinho e é sozinho que deverá sair.

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Comunicação interna

O sentimento é a linguagem da alma.

Palavras

As palavras são de fato o comunicador menos eficaz. Pois estão mais sujeitas a erros de interpretação e compreensão.

domingo, 13 de julho de 2008

Queridos amigos

É tão complicado entender os sentimentos...
Hoje eu não estou aqui para falar de amores mal resolvidos, família, política, religião ou qualquer outra coisa assim.
Preciso falar de amigos. Quanto vale uma amizade verdadeira?
Nem tudo tem preço, eu até poderia comprar pessoas, mas valor nenhum paga os sentimentos.
Ver Conhecer Gostar Amar. Essa é a escala da amizade. O passo a passo de como não tirar alguém do seu coração. Sabe eu já tive amigos de todo jeito: brancos, negros, japonêses, góticos, emo, saidinhos, quietinhos, mauricinhos, patricinhas, filosóficos, alienados... e nessa imensas diferenças eu descobri que não existe um ideal de amigo, e sim um amigo ideal. Já errei, já fui traida, já tive amigos falsos, interesseiros, já fui sozinha e senti o gosto amargo da solidão. Talvez seja por isso que eu dê tanto valor mesmo a menor das amizades e por ter tido tantas experiências, eu aprendi em quem confiar, não prometo que não irei errar, mas com certeza jamais cometerei os mesmos erros de novo. Juro que tenho amigos que sempre sonhei. Pessoas que me entendem com o olhar, que me aconselham certo mesmo sem saber meu problemas, que respondem perguntas que eu ainda nem fiz, amigos que me fazem sorrir mesmo as 7 horas da manhã, que secam as minhas lágrimas mesmo as 3 h da madrugada. Como é bom ter amigos! Compartilhar segredos, divertir-se, conversar, amar, ter para quem ligar, ter quem abraçar. Parece que está tudo tão perfeito... Meu único medo é perder. Não, eu não quero perder. Talvez eu realmente nunca perca, tomara. Quero ser eterna no pensamento deles e delas, assim como serão nos meus. Não sei se eu sou tão amada como eu amo, mas se eu for apenas metada da metade, sei que sou muito amada. Dizem que haverá amizade apenas pelo fato de terem as mesmas lembranças. Só que eu não quero ser só uma lembrança do passado. Eu quero ser o presente e sonhar com o futuro. Me entende? Vai sei impossível ter TODOS sempre juntos, agora está chegando a hora que cada um vai para uma cidade, em universidades diferentes... vai ser um inverno horrível... Não, não eu vou fazer primavere e verão! Prometo. Meu vizinho de blog me ensinou uma coisa muito importante: que a distância não separa, a ausência sim. Por isso serei presente, seja por mensagem, ligação ou internet. Para sempre eu vou estar aqui, como vocês. Queria que soubessem o quanto eu os amo, o quanto dedico minha vida a vocês. Espero estar fazendo tudo certo, para sempre ficar o meu eco. Não, não vão embora, preciso de vocês para sempre. Sei que um dia ainda iremos nos encontrar.

"Pode ser que um dia deixemos de nos falar... Mas, enquanto houver amizade, Faremos as pazes de novo. Pode ser que um dia o tempo passe... Mas, se a amizade permanecer, Um de outro se há-de lembrar. Pode ser que um dia nos afastemos... Mas, se formos amigos de verdade, A amizade nos reaproximará. Pode ser que um dia não mais existamos... Mas, se ainda sobrar amizade, Nasceremos de novo, um para o outro. Pode ser que um dia tudo acabe... Mas, com a amizade construiremos tudo novamente, Cada vez de forma diferente. Sendo único e inesquecível cada momento Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre. Há duas formas para viver a sua vida: Uma é acreditar que não existe milagre. A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre" .
Albert Einstein

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Beleza & Imperfeição

Ninguém acredita no poder da beleza da juventude, mas todos lutam para atingir a perfeição. São horas diárias de malhação (buscando um abdômen bem definido), regimes absurdos (procurando perder peso) e por que não um bisturi? Tira um pouco daqui, coloca ali, reduz o nariz, dá uma mexidinha na orelha, passa por laser, coloca cabelo, pinta, corta, muda, pronto uma nova pessoa. Será que vale mesmo a pena tanto sofrimento para levantar a auto-estima? E o investimento milhonário $$ ? E a confiança nos médicos?
Afinal, quem inventou o modelo de beleza? [Esse superlativo]. Quem determinou o que é lindo e o que é feio? Só sei que vivemos de comparações ("Ah como eu queria ter o nariz daquela atriz, a barriga daquela apresentadora, a voz daquela cantora e etc etc") e por mais que fazemos, nunca estamos no ápice da perfeição: precisamos de melhoramentos contínuos, infinitos retoques, aperfeiçoamento compulsivo...
E a identidade ímpar, onde fica? Porque não consiguimos ver a nossa beleza, os nossos pontos fortes, porque não nos contentamos com nossas expressões de personalidade?
Não conseguimos ser o que somos!
"Já está mais que na hora de deixar de acreditar que existe um mundo cor-de-rosa. Não existe. Nem para você nem para a garota sorridente da capa de revista. Os conflitos, as idas e vindas, os erros e todas as outras mancadas do caminho fazem parte do processo de vida. Ver a perfeição apenas naquilo que não se tem ou no que os outros têm é um tipo de comportamento que só gera insatisfação." (Vida Simples)
Chega de listar os nossos defeitos, ou melhor, o que achamos que é imperfeito. Está mais do que na hora de renovar, aceitar as possíveis falhas e lutar para a nossa felicidade natural. Não me importa o que as pessoas vão pensar de mim, se eu não sou o ideal de beleza para elas, se estou longe de me parecer com a mulher mais bonita do mundo... Eu tenho que viver para mim mesma. Nada adiantaria dentes brilhantes se eu não sorriria.
De onde surgiu essa competição, quais são as causas da busca do perfeito, eu juro que eu não sei. Entretanto, esse é um processo que todos entendem bem. Só espero que um dia ele acabe... afinal, não há diferença ente ser lindo ou feio, de qualquer modo todos acabaram com a carne podre embaixo da terra. Deveríamos parar de gastar com esteticistas e cirurgiões plásticos e começar a gastar com lazer para a família, doações para pessoas carentes... Chega de somar detalhes, vamos multiplicar sorrisos! Pode ter certeza que isso é o que realmente importa, seriamos muito mais perfeitos se não quisessemos ser tão bons!

PS: Na teoria tudo funciona.

quinta-feira, 10 de julho de 2008

Formato mínimo

Eu sonho, é tão raro sonhar... O imaginário domina o meu consciente e quando eu percebo já é tarde demais para voltar a realidade. Já estive nas nuvens e quase cai no chão, foi fácil amar. E quem jura que eu esqueci? A tragédia aconteceu porque eu procurava um príncipe e ele procurava a próxima. E mesmo assim, eu ainda insisto em sonhar.
"A maior covardia de um homem é despertar o amor de uma mulher sem ter a intenção de amá-la." Bob Marley
video

sábado, 5 de julho de 2008

Mas eu volto!

Estarei de partida daqui a poucas horas. Já posso sentir o frio na barriga tomando conta de mim, até parece um sonho maluco fora da ordem cronológica. É isso mesmo, ontem eu entrava em um ônibus com a escola para ir até Foz do Marinheiro ou então para visitar uma granja e ainda ganhar um pintinho de estimação. Agora estou indo decidir o meu futuro. Esse meu relógio viu, tenho certeza que está adiantado demais.
Lá eu não serei ninguém, não importa quem são meus pais ou em que escola eu estudo, serei mais uma no meio de uma multidão de concorrentes, só uma candidata de um vestibular somatória enfrentando feras bem mais experiêntes que eu. Acho que não estou preparada. Que me importa? Insisto em dizer apenas que meu relógio está adiantado demais.


Até breve.

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Quase primatas

Antigamente as famílias sentavam em volta da mesa e conversavam, uma prosa tão doce e incansável que ia até o fim do luar, até o momento em que ninguém mais tinha saliva. Então eles apagavam suas velas e encaravam um sono profundo, só acordavam depois do terceiro canto do galo. Ao amanhecer dirigiam-se ao curral com suas canequinhas de plástico e bebiam um leite naturalmente morno, o resto do dia era trabalho, comida e prosa (não entendo como tinham tanto assunto). Mesmo sem ter nada para fazer, eles tinham tudo. Eram felizes. A simplicidade do campo, toda aquela harmonia e humildade bastavam ao homem "tão longe de amarguradas ilusões e de falsas delícias" (Eça de Queirós).
Atualmente, acreditamos que o mundo gira em torno da complexidade, e realmente gira. Pode até ser que ainda há aqueles que reunam a família em volta da mesa, porém todos se mantêm em silêncio ouvindo as notícias do telejornal ou a novela das oito. Ninguém mais apaga as velas para ir dormir, uns dirigem-se ao computador, enquanto outros preferem a televisão ou quem sabe o video game. Os humanos são totalmente dependentes dessas tecnologias: os adolescentes não sabem escrever cartas, as crianças não sabem nem o que significa isto, os adultos trabalham o dia todo na frente de máquinas e chegando em casa vão para onde? Quando o telefone resolve não funcionar é xingamento na certa. E quando toda essa modernidade resolve "pifar", todos deveriam encarar como uma oportunidade para prosiar, só que não é assim não, se surge algum assunto ele é exatamente assim: - Essa internet está uma porcaria. E quantos porcarias eu ouvi hoje, perdi até as contas. O pane no sistema foi assunto de jornal, quase 24 horas sem internet, empresas não funcionaram, jovens entraram em crise... Foi um tremendo caos, confesso que até eu cheguei a pensar: "Como eu sobreviverei sem o meu msn, orkut, blog ..."
Construímos nossa vida em torno de coisas materias; não consigo beber outro leite se não for o de caixinha.
Será que isso vai durar para sempre? Acho que vai chegar uma hora em que as linhas estaram tão congestionadas que não haverá mais lugares livres para passar ondas eletromagnéticas. E então será o fim da nossa ERA COMPUTADORIZADA. Nos rebaixaremos a primatas, teremos que começar tudo do zero... Acho que não vou me adaptar!