quinta-feira, 10 de julho de 2008

Formato mínimo

Eu sonho, é tão raro sonhar... O imaginário domina o meu consciente e quando eu percebo já é tarde demais para voltar a realidade. Já estive nas nuvens e quase cai no chão, foi fácil amar. E quem jura que eu esqueci? A tragédia aconteceu porque eu procurava um príncipe e ele procurava a próxima. E mesmo assim, eu ainda insisto em sonhar.
"A maior covardia de um homem é despertar o amor de uma mulher sem ter a intenção de amá-la." Bob Marley

2 comentários:

G. Mantelli disse...

Cara vizinha, nunca foi bom com conselhos, meus amigos já sabem. Então é melhor eu só comentar a sinceridade do texto. Fica bem!

Charlos Pig disse...

mas o que ocorre na cidade das Brisas na minha ausencia?