segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Salgado de menos

Depois que o sal insistiu em ficar no meu rosto, decidi não pensar. Quem ficará no futuro?

Um comentário:

G. Mantelli disse...

As lembranças dos bons momentos sempre prevalecem.