sábado, 27 de setembro de 2008

Sem diferença

Já conheci o sabor amargo de engolir derrotas, foram tantas. Algumas eu fiz questão de esquecer, outras eu prefiro guardar para que sirvam de lição. Se dizem que errar é humano, por que eu também não poderia? O que me dói mesmo não é me deparar com o fracasso, todavia olhar nos olhos dos que tanto esperavam de mim e ver lágrima cheias de pena, isso machuca o meu coração: decepcionar! E mesmo assim, olha ao meu redor e vê quem me acolheu? Como se eu fizesse tudo certo e o mundo tivesse errado.

2 comentários:

Charlos Pig disse...

EU fazia questão de esquecer, hoje eu faço questões de matemática

G. Mantelli disse...

E eu, faço de questão do quê? Acho que faço questão de lembrar, mas do momentos bons e olha lá.