sábado, 30 de agosto de 2008

Folhas

O vento faz as folhas vibrarem nas árvores de maneira tão intensa que até parece que elas voarão para longe. Mas elas ficam, firmes, resistêntes... e somente as folhas secas voam com o vento.
As outras permanecem intactas e no mesmo lugar. Assim como as minhas lágrimas, que não caem devido ao hoje, por mais abalado que seja. Caso alguma não permaneça dentro do meu corpo, é porque suas lembranças já se foram - para longe.

2 comentários:

G. Mantelli disse...

Tudo passa, tudo sempre passará. O tempo, aí sim, é um bom remédio.

Charlos Pig disse...

Se as lágrimas não caem como as folhas, é porque elas não estão tão frágeis como as árvores.