quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Mas...

Eu tenho um amigo que só fala escrevendo. E como ele escreve bem. Consegue transformar qualquer tragédia em humor, fala sobre cultura, busca a filosofia, descreve o dia e também suas obrigações. Entretanto o que me assusta é quando ele fala sobre sentimentos, fico tão triste! Até parece que ele tem um vazio que precisa ser urgentemente preenchido. E quando eu pergunto se está "tudo bem", ele nunca termina a frase. Acha desnecessário. Será mesmo? Queria tanto poder falar as palavras certas, mesmo sem ele me perguntar nada, queria ser útil, bem mais útil.
Queria ver seu sorriso por inteiro e não só de uma gargalhada boba.
Minha torcida por você é que seja feliz!
"... felicidade é o próprio caminho. "
Não estou te pedindo para mudar, nem teria esse direito e afinal gosto de você exatamente assim; mas só te peço um favor: não deixe o seu coração num canto qualquer.

2 comentários:

Charlos Pig disse...

Quem deu permissão pra você entrar?

G. Mantelli disse...

Isso já aconteceu com alguém que eu conheço muito bem.